Studia Kantiana n. 22 (2016)

Postado em 01/02/2017, 08:45, por · Comente
Categoria: Studia Kantiana 

Studia Kantiana n. 22 (2016)

Revista da Sociedade Kant Brasileira

Journal of the Brazilian Kant Society

http://www.sociedadekant.org/studiakantiana

ISSN Impresso: 1518-403X
ISSN Eletrônico: 2317-7462

Qualis-CAPES: A2

Artigos

‘Transformação total’: Por que Kant não desistiu da educação
Robert Louden

Transcendentalidade, mundo e certeza em Kant e Wittgenstein
Nuria Sánchez Madrid

O conceito de númeno na Crítica da razão prática: uma exigência paradoxal
Monique Hulshof

Some Remarks on Kant’s Concept of an a priori History
Ileana Beade

Felicidade e moralidade na ética de Kant: oposições e conciliações
Luís Eduardo Ramos de Souza

Origens e antecedentes da intuição pura do espaço em Kant (1768-1769)
Lucas Alessandro Duarte Amaral

Sobre a dinâmica das faculdades e a “comoção” da lei moral
Alexandre Medeiros de Araújo

Revista Studia Kantiana | Ns. 20 e 21, abril e agosto de 2016

Postado em 01/09/2016, 14:37, por · 1 comentário
Categoria: Studia Kantiana 

Já se encontram publicados no site da Studia Kantiana os números 20 e 21 relativos aos meses de abril e agosto de 2016: (http://www.sociedadekant.org/studiakantiana/index.php/sk/issue/archive)

A revista recebe artigos em fluxo contínuo e submissões feitas até meados de outubro ainda poderão, dependendo dos pareceristas, compor o volume 22 relativo ao mês de dezembro de 2016. Os artigos podem ser submetidos via sistema da revista, mediante prévio cadastro, ou diretamente para o editor da revista, no email jthklein@yahoo.com.br

Todos os membros da SKB estão convidados para considerarem a Studia Kantiana como meio de divulgação dos seus trabalhos. Atualmente ela se encontra avaliada com qualis A2, mas se pôs em andamento uma política que pretende não apenas manter essa qualificação, como também almejar uma avaliação A1 nos próximos anos. Para isso a contribuição de todos é muito bem-vinda.

Cordialmente,
Joel Klein
Editor da Studia Kantiana

Revista Studia Kantiana, n. 18 (2015)

Postado em 12/09/2015, 18:26, por · Comente
Categoria: Studia Kantiana 

Studia Kantiana
n. 18 (2015)

http://www.sociedadekant.org/studiakantiana

Sumário

Artigos

Agindo por “razões”
Darley Alves Fernandes

Kant e a ideia da Aufklärung
Keberson Bresolin

The paradoxes of Enlightenment. A rhetorical and anthropological approach to Kant’s Beantwortung
Jesús González Fisac

Sobre a exposição metafísica dos conceitos de espaço e tempo
Edgard José Jorge Filho

A filosofia cosmopolita de Immanuel Kant
Diego Carlos Zanella

Cualidad y realidad en la tesis de la segunda antinomia
Miguel Alejandro Herszenbaun

A concepção de sistema em Kant e Fichte
Luís Eduardo Ramos de Souza

O problema do universalismo estético em Kant e Bourdieu
Ricardo Barbosa

A metafísica freudiana: um estudo para a demarcação metodológica da filosofia freudiana a partir de Kant
Eberth Eleutério dos Santos

O jogo livre da imaginação é compatível com a dedução kantiana das categorias?
Hélio Lopes da Silva

Tradução

A importância das Reflexões sobre o otimismo para o desenvolvimento intelectual kantiano. Tradução e texto introdutório
Bruno Cunha

Revista Studia Kantiana nº 17 (2014)

Postado em 04/03/2015, 14:50, por · Comente
Categoria: Studia Kantiana 

Studia Kantiana
www.sociedadekant.org/studiakantiana

n. 17 (2014)

http://www.sociedadekant.org/studiakantiana/index.php/sk/issue/view/17

Sumário

Artigos

Do projeto crítico kantiano: os direitos da razão entre a Lógica da verdade e a Lógica da aparência [On the Kantian critical project: the rights of reason amid the Logic of truth and the Logic of appearance]
Luiz Carlos Mariano da Rosa

Las nociones de claridad y oscuridad en los Apuntes de Lecciones de Antropología de la “década silenciosa” de Kant [The notions of clarity and obscurity in the Anthropology Notes during Kant’s “silent decade”]
Luciana María Martínez

O método da razão pura em Kant: o filosofar como exercício arquitetônico [Kant’s method of pure reason: philosophy as an architectonic exercise]
Marcio Pires

Los esquemas de los conceptos empíricos y matemáticos como procedimientos de síntesis gobernados por reglas conceptuales [The schemata of empirical and mathematical concepts as procedures of synthesis governed by conceptual rules]
Martín Arias Albisu

Sentidos de metafísica na filosofia crítica de Kant [Senses of metaphysics in Kant’s critical philosophy]
Diego Kosbiau Trevisan

La unidad que enlaza lo uno y lo múltiple. Entendimiento intuitivo y Absoluto en Glauben und Wissen [The unity that links the one and the multiple. Intuitive understanding and Absolute in Glauben und Wissen]
Sandra Viviana Palermo

A sensibilização das ideias estéticas: o belo como símbolo do bem moral [Sensitization of aesthetic ideas: beauty as a symbol of the moral good]
Gabriel Almeida Assumpção

Por que o belo apraz com pretensão de um assentimento universal? As três justificações de Kant e o problema da sua unidade [Why the beautiful pleases with claim to universal consensus? Kant’s three justifications and the problem of their unity]
Bernd Dörflinger

Studia Kantiana | número 13 | dezembro de 2012

Postado em 06/02/2013, 13:19, por · 2 comentários
Categoria: Publicações 

O número 13 (dezembro de 2012) da Studia Kantiana (ISSN 1518-403X), revista da Sociedade Kant Brasileira, encontra-se à venda na rede de sebos ESTANTE VIRTUAL (www.estantevirtual.com.br/q/studia-kantiana) e também pode ser baixado, em pdf, na íntegra ou separadamente, por artigo, abaixo.

Os números 12, 11, 10, 9, 8 e 6/7 também podem ser baixados gratuitamente em www.sociedadekant.org/studia-kantiana.

_____________________________________________

Studia Kantiana

número 13 | dezembro de 2012

[Clique aqui para baixar o número na íntegra (pdf) ou baixe cada artigo separadamente:]

Capa, apresentação e sumário (pdf)

Artigos

Application of the Doctrine of Method in the critical examination of reasonMario Caimi (pdf)

El problema de la virtud en la ética de Hermann Cohen<
[The problem of virtue in Hermann Cohen’s ethics]
Héctor Oscar Arrese Igor (pdf)

O papel do conceito de verdade no julgar: Kant e Frege
[The role of the concept of truth in judging: Kant and Frege]
Dirk Greimann (pdf)

Die Locke der Antinomie: La sortija de la Antinomia
[The curl of the Antinomy]
Soledad García Ferrer (pdf)

Credo quia rationale. Kant sobre a Fé Moral
[Credo quia rationale. Kant on moral faith]
Günter Zöller (pdf)

A Ético-teologia kantiana e o dever para a promoção do Sumo Bem
[Kant’s ethicotheology and the duty to promote the highest good]
Bernd Dörflinger (pdf)

Discussão

Ética e Felicidade. Notas para uma revisão reconstrutiva da doutrina kantiana do sumo bem
[Morality and Happiness. Notes for a reconstructive revision of the Kantian doctrine of highest good]
João Carlos Brum Torres (pdf)

Tradução

Kant e a primeira recensão a Herder: comentários, tradução e notas
[Kant and the first critique of Herder: commentary, translation, and notes]
Joel Thiago Klein (pdf

Informações aos colaboradores (pdf)

Números 6 a 12 da Revista Studia Kantiana disponíveis online

Postado em 31/10/2012, 08:29, por · 1 comentário
Categoria: Publicações 

Os números 6/7, 8, 9, 10, 11 e 12 da Studia Kantiana (ISSN 1518-403X)revista da Sociedade Kant Brasileira, encontram-se disponíveis, na íntegra, em pdf, na página da revista neste site.

As versões impressas continuam à venda  na rede de sebos ESTANTE VIRTUAL (www.estantevirtual.com.br/q/studia-kantiana).

_____________________________________________

Studia Kantiana | Número 12 | junho de 2012 – Clique para baixar (pdf).

Studia Kantiana | Número 11 | dezembro de 2011 – Clique para baixar (pdf)

Studia Kantiana | Número 10 | dezembro de 2010 – Clique para baixar (pdf).

Studia Kantiana | Número 9 | dezembro de 2009 – Clique para baixar (pdf).

Studia Kantiana | Número 8 | maio de 2009 – Clique para baixar (pdf).

Studia Kantiana | Número 6/7 | março de 2008 – Clique para baixar (pdf).

Revista Studia Kantiana, número 12, junho de 2012

Postado em 14/10/2012, 11:33, por · Comente
Categoria: Publicações 

Studia Kantiana

número 12, junho de 2012

O conceito de númeno na “Dialética transcendental”: a abertura para um uso legítimo das ideias da razão – Monique Hulshof 

La teoría de la causa noumenon en Kant: ¿una ficción incompleta e innecesaria? – Rubén Casado

Sobre as antecipações da percepção – Edgard José Jorge Filho

Leis permissivas da razão e o problema das ações moralmente-indifferentes em Kant – Ricardo Machado Santos

Intersubjetividade e degradação moral em Kant – Letícia Machado Pinheiro

A Methodenlehre da segunda Crítica e suas possíveis consequências para uma ética cívica em Kant – Alessandro Pinzani

A doutrina do método na terceira Crítica – Clélia Aparecida Martins

Maneira e método. Notas para uma genealogia da Crítica a partir da “Metodologia do gosto” da Crítica do juízo – Nuria Sánchez Madrid

O princípio da finalidade formal como um princípio regulativo-transcendental da faculdade de julgar reflexiva – Renato Valois Cordeiro

Discussão:

História e direito em 1784. Comentários sobre a interpretação da “Escola semântica de Campinas” – Ricardo Terra

Tradução:

Kant: Carta enviada a Iohann Heinrich Tiefrunk em 13 de outubro de 1797 – Marcio Tadeu Girotti

___________________________________

Os números disponíveis da Studia Kantiana, revista da Sociedade Kant Brasileira, estão à venda na rede de sebos ESTANTE VIRTUAL (www.estantevirtual.com.br/q/studia-kantiana).

Os números anteriores e as normas para colaboração encontram-se na página da revista:

Studia Kantiana
ISSN 1518-403X

Studia Kantiana – Número 11 – dezembro de 2011

Postado em 25/02/2012, 12:51, por · Comente
Categoria: Publicações 

Studia Kantiana
ISSN 1518-403X

Número 11 – dezembro de 2011

Os números disponíveis da Studia Kantiana, revista da Sociedade Kant Brasileira, estão à venda na rede de sebos ESTANTE VIRTUAL (www.estantevirtual.com.br).

Artigos:

Do paralogismo lógico da personalidade ao paradoxo moral da pessoa: génese e significado da antropologia moral kantiana
[From the logical paralogism of personality to the moral paradox of the person: genesis and meaning of Kant’s moral anthropology]
Leonel Ribeiro dos Santos

O lugar sistemático do Sumo Bem em Kant
[The systematic place of the Highest Good in Kant]
Christian Hamm

Felicidade e dignidade de ser feliz: o sumo bem como ideal dialético da razão prática pura
[Happiness and the dignity of being happy: the highest good as a dialectical ideal of pure practical reason]
Solange Dejeanne

Hedonismo e Sumo Bem em Kant
[Hedonism and Highest Good in Kant]
André Klaudat

Kant leitor de Epicuro
[Kant reader of Epicurus]
Miguel Spinelli

Summum bonum: a perspectiva medieval
[Summum bonum: the medieval perspective]
Noeli Dutra Rossatto

O fato da razão e o sentimento moral enquanto disposição moral do ânimo
[The fact of reason and moral feelings as moral dispositions of the mind]
Flávia Carvalho Chagas

A ideia do Sumo Bem e a teoria moral kantiana
[The idea of the Highest Good and Kantian moral theory]
Jair A. Krassuski

Conflitos de deveres e a casuística na filosofia moral de Kant
[Conflicts of duty and casuistry in Kant’s moral philosophy]
Ricardo Bins di Napoli

Liberdade e coerção: a autonomia moral é ensinável?
[Freedom and coertion: can moral autonomy be taught?]
Robinson dos Santos

Progresso moral e justiça em Kant
[Moral progress and justice in Kant]
Carlos Adriano Ferraz

Kant über das Ende der historischen Religionen
[Kant on the end of the historical religions]
Bernd Dörflinger

Kant sobre o fim das religiões históricas
[Kant on the end of the historical religions]
Bernd Dörflinger

*********

Normas para colaboradores

1) A revista STUDIA KANTIANA aceita os seguintes tipos de colaboração:

1.1) Artigos (até 12.000 palavras, incluindo referências bibliográficas e notas).

1.2) Resenhas críticas de apenas um livro ou de vários livros que tratem do mesmo tema (até 4.500 palavras, incluindo referências bibliográficas e notas. As resenhas críticas devem apresentar no início do texto a referência completa das obras analisadas).

1.3) Recensões e notas bibliográficas (até 1.600 palavras. As recensões e notas bibliográficas não devem receber título nem conter notas ou referências bibliográficas fora do texto e devem apresentar no início do texto a referência completa das obras analisadas).

2) As colaborações devem ser inéditas e podem ser escritas em português, espanhol, ou inglês.

3) Os artigos devem ser submetidos sem quaisquer referências identificatórias do autor, contendo um resumo em português e em inglês com até 150 palavras, três a cinco palavras-chave em português e inglês, e o título do artigo em inglês. Os autores devem enviar separadamente (no corpo do email ou em arquivo separado) seus dados profissionais (afiliação institucional, cargo, titulação), bem como endereço para correspondência e email.

4) Os originais devem ser enviados por email ao Editor. O arquivo deverá ser formatado em formato Word (.doc), em conformidade com as seguintes especificações:

4.1) Texto corrido, teclando ENTER apenas uma vez para a mudança de parágrafo;

4.2) Podem ser formatados textos em negrito, itálico, sobrescrito e subscrito. Porém, não deverá ser formatado nenhum parágrafo, tabulação ou hifenizado.

5) As notas de rodapé não devem conter simples referências bibliográficas. Estas devem aparecer no corpo do texto com o seguinte formato: (sobrenome do autor/espaço/ano de publicação: página).

6) Todos os artigos devem conter uma seção ao final com as referências bibliográficas, que devem ser apresentadas na seguinte forma:

6.1) Livros: Sobrenome do autor em maiúsculas, Nome do autor. Título do livro em itálico. Eventual tradutor. Lugar da edição: editora, ano de edição, páginas citadas.

6.2) Coletâneas: Sobrenome do organizador em maiúsculas, Nome em minúsculas (org.), Título do livro em itálico. Eventual tradutor. Lugar da edição: editora, ano de edição, páginas citadas.

6.3) Artigo em coletânea: Sobrenome do autor em maiúsculas, Nome em minúsculas (ano de edição). “Título do artigo entre aspas”. Eventual tradutor. In: Nome e sobrenome do organizador (org.), Título da obra em itálico. Lugar da edição: editora, ano. Números das páginas do artigo.

6.4) Artigo em periódico: Sobrenome do autor em maiúsculas, Nome em minúsculas. “Título do artigo entre aspas”. Eventual tradutor. Nome do periódico em itálico, número do volume (ano): números das páginas do artigo.

6.5) Tese acadêmica: Sobrenome do autor em maiúsculas, Nome em minúsculas. Título da tese em tipo normal, especificação do tipo de tese (doutora, mestrado etc.), nome da universidade na qual foi defendida, ano.

7) As colaborações serão examinadas por dois pareceristas e submetidas ao corpo editorial.

8) Os autores serão notificados da recepção das colaborações.

9) Os autores receberão gratuitamente um exemplar da revista.

10) A apresentação das colaborações ao corpo editorial implica a cessão da prioridade de publicação à revista STUDIA KANTIANA, bem como a cessão dos direitos autorais dos textos publicados, que não poderão ser reproduzidos sem a autorização expressa dos editores. Os colaboradores manterão o direito de reutilizar o material publicado em futuras coletâneas de sua obra sem o pagamento de taxas à revista STUDIA KANTIANA. A permissão para a reedição ou tradução por terceiros do material publicado não será feita sem o consentimento do autor. Uma vez aceitos para publicação, não serão permitidas adições, supressões ou modificações nos artigos.

11) Os originais devem ser enviados por email diretamente ao editor da revista: Christian Hamm: chvhamm@gmail.com

12) Para maiores informações, consultar o editor por email (chvhamm@gmail.com) ou telefone: (55) 3220-8132 ramal 30.

Normas para publicação no número 11 da revista STUDIA KANTIANA

Postado em 27/06/2011, 08:58, por · Comente
Categoria: Publicações 

– A partir do próximo número, a revista STUDIA KANTIANA será publicada em formato on-line,

– Em razão desta mudança do formato da Studia Kantiana, também as normas para colaboradores sofreram diversas alterações;

– Os números disponíveis da revista continuam à venda na rede de sebos ESTANTE VIRTUAL (endereço: http://www.estantevirtual.com.br);

– Está aberto o período de chamada de artigos para o número 11 da revista até o dia 31 de agosto de 2011.

***

Normas para colaboradores

1) A revista STUDIA KANTIANA aceita os seguintes tipos de colaboração:

1.1) Artigos (até 12.000 palavras, incluindo referências bibliográficas e notas).

1.2) Resenhas críticas de apenas um livro ou de vários livros que tratem do mesmo tema (até 4.500 palavras, incluindo referências bibliográficas e notas. As resenhas críticas devem apresentar no início do texto a referência completa das obras analisadas).

1.3) Recensões e notas bibliográficas (até 1.600 palavras. As recensões e notas bibliográficas não devem receber título nem conter notas ou referências bibliográficas fora do texto e devem apresentar no início do texto a referência completa das obras analisadas).

2) As colaborações, que devem ser inéditas, podem ser escritas em português, espanhol, inglês ou francês.

3) Os artigos devem vir acompanhados de um resumo do texto em português e em inglês, contendo entre 100 e 150 palavras, bem como pelo menos cinco palavras- chave. Os autores devem enviar também seus dados profissionais (instituição, cargo, titulação), bem como endereço para correspondência (inclusive e-mail). Esses dados aparecerão no final do texto publicado.

4) Os textos devem ser enviados via e-mail ao editor da revista (cf. item 11). O processador de texto deverá ser Word, em conformidade com as seguintes especificações:

4.1) Texto corrido, teclando ENTER apenas uma vez para a mudança de parágrafo;

4.2) Podem ser formatados textos em negrito, itálico, sobrescrito e subscrito. Porém, não deverá ser formatado nenhum parágrafo, tabulação ou hifenizado.

4.3) Caso não seja possível digitar os números das notas em sobrescrito, digitar um espaço e a letra “n” antes do número. Ex: n1 (que significa nota de rodapé número 1).

5) As notas não devem conter simples referências bibliográficas. Estas devem aparecer no corpo do texto com o seguinte formato: (sobrenome do autor/espaço/ano de publicação: página).

6) A bibliografia deve ser apresentada na seguinte forma:

6.1) Livros: sobrenome do autor em maiúsculas, nome em minúsculas, título do livro em itálico, eventual tradutor, lugar da edição, editor, ano de edição, páginas citadas.

6.2) Coletâneas: sobrenome do organizador em maiúsculas, nome em minúsculas, seguido da especificação (“org.”), título do livro em itálico, eventual tradutor, lugar da edição, editor, ano de edição, páginas citadas.

6.3) Artigo em coletânea: sobrenome do autor em maiúsculas, nome em minúsculas, ano de edição, título do artigo entre aspas, eventual tradutor, nome do organizador em minúscula, seguido da especificação (“org.”), título da obra em itálico, lugar da edição, editor, número do volume, números das páginas do artigo.

6.4) Artigo em periódico: sobrenome do autor em maiúsculas, nome em minúsculas, ano de edição, título do artigo entre aspas, eventual tradutor. Nome do periódico em itálico, número do volume, números das páginas do artigo.

6.5) Tese acadêmica: sobrenome do autor em maiúsculas, nome em minúsculas, ano de edição, título da tese em tipo normal, especificação do tipo de tese, nome da universidade na qual foi defendida.

7) As colaborações serão examinadas por dois pareceristas e submetidas ao corpo editorial.

8) Os autores serão notificados da recepção das colaborações.

9) A apresentação das colaborações ao corpo editorial implica a cessão da prioridade de publicação à revista STUDIA KANTIANA, bem como a cessão dos direitos autorais dos textos publicados, que não poderão ser reproduzidos sem a autorização expressa dos editores. Os colaboradores manterão o direito de reutilizar o material publicado em futuras coletâneas de sua obra sem o pagamento de taxas à revista STUDIA KANTIANA. A permissão para a reedição ou tradução por terceiros do material publicado não será feita sem o consentimento do autor. Uma vez aceitos para publicação, não serão permitidas adições, supressões ou modificações nos artigos.

10) Os textos devem ser enviados diretamente ao editor da revista:

Christian Hamm
Departamento de Filosofia – UFSM
chvhamm@gmail.com

Para maiores informações, consultar o editor.
Tel./Fax: (55) 3220 8132-30
ou (55) 3220 8462

Número 10 da revista Studia Kantiana

Postado em 24/06/2011, 00:02, por · 1 comentário
Categoria: Publicações 

Studia Kantiana – Número 10

“Necessary Sentiment” and Moral Sensibility in KantAndré Klaudat

Kant, sobre a possibilidade de deveres para consigo mesmo (Tugendlehre §§ 1 – 3)Dieter Schönecker

A solução crítica do fato da razão na KpVFlávia Carvalho Chagas

La ética kantiana como “sistema de los fines”: Algunas objeciones a las lecturas formalistas e procedimentalistas de la ética de KantMacarena Marey

Kant e os fundamentos das ciências humanasBernward Grünewald

El arte ejemplar kantiano: uma filosofia del arte más allá de reglasMónica Herrera Noguera

Início conjectural da história humana (Mutmasslicher Anfang der Menschengeschichte) – traduzido por Joel Thiago Klein

Sobre um recentemente enaltecido tom de distinção na Filosofia (Von einem neuerdings erhobenen vornehmen Ton in der Philosophie), traduzido por Valerio Rohden.

Os números disponíveis da Studia Kantiana, revista da Sociedade Kant Brasileira, estão à venda na rede de sebos ESTANTE VIRTUAL (www.estantevirtual.com.br).