Programa atualizado do XIV Colóquio Kant da UNICAMP – 8 a 10 de agosto de 2012

Postado em 30/05/2012, 12:26, por · 1 comentário
Categoria: Congresso 

XIV Colóquio Kant da UNICAMP – Justiça e Liberdade

http://www.kant.org.br/modules/mastop_publish/?tac=113

8 a 10 de agosto de 2012
Auditório do IFCH/UNICAMP

Organização

José Oscar de Almeida Marques (UNICAMP)
Andrea Faggion (UEM)

Promoção
Programa de Pós-Graduação em Filosofia do IFCH-UNICAMP
Seção de Campinas da Sociedade Kant Brasileira
GT/GP Criticismo e Semântica

Apoio
CAPES
FAPESP

Programa e Caderno de Resumos:
http://www.unicamp.br/~jmarques/kant/index.html#c14

***

PROGRAMA

Quarta-feira, 08 de agosto de 2012

Auditório do IFCH

08h30: Abertura

09h00: Da possibilidade de “comunicar meramente seus pensamentos quer seja verdadeiro e honesto, quer seja falso e desonesto” na filosofia do direito de Kant: o princípio universal do direito como critério para a responsabilização e a desresponsabilização
Delamar José Volpato Dutra, UFSC/CNPq

10h00: Viver honestamente e matar por honra. Ehre e de ehrlich na Doutrina do Direito
Alessandro Pinzani, UFSC/CNPq

11h00: Intervalo

11h15: Tolerância, cultura, respeito: sobre alguns termos cruciais da “Aufklärung” em Kant
Christian Hamm, UFSM

12h15: Intervalo para almoço

14h15: O Ideal do Reino dos Fins
André Klaudat, UFRGS

15h15: Freedom and Determinism: A Neo-Kantian account
Juan Bonaccini, UFPE/CNPq

16h15: Intervalo

Sala A
16h30 – 17h50: Sessão de comunicações 01

O problema da liberdade da primeira à segunda Crítica de Kant
Rômulo Martins Pereira, mestrando UFRJ/CNPq

O problema da liberdade em Kant e na teoria dos impulsos de Karl Leonhard Reinhold
Ivanilde A. V. C. Fracalossi, doutoranda USP/FAPESP/CNPq

17h50 – 19h10: Sessão de comunicações 02
Sobre a propensão para o mal na natureza humana
Francielly S. S. Venancio, graduanda UEL

A natureza humana e os fins que também são deveres em Kant
Sonia de Souza e Silva, mestranda PUC-PR

Sala B
16h30 – 17h50: Sessão de comunicações 01

A comunidade de homens a partir do contrato originário
Luciano Vorpagel da Silva, doutorando UFSC/CAPES

Exercício público da liberdade e esclarecimento em Kant
Juliano Tomasel, mestrando UNIOESTE

17h50 – 19h10: Sessão de comunicações 02

A coragem de saber: sobre a leitura de Foucault do texto “Was ist Aufklärung?” de Kant
Rafael Nogueira Furtado, mestrando PUC-SP

Kant e Foucault, uma atualização possível
José Eduardo Pimentel Filho, doutorando UFRJ

Quinta-feira, 09 de agosto de 2012

Auditório do IFCH

09h00: Cosmopolitical Unity: Kant on the Final Destiny of the Human Species
Robert Louden, University of Southern Maine

10h00: A realidade objetiva da ideia de paz perpétua
Zeljko Loparic, PUC-PR/UNICAMP

11h00: Intervalo

11h15: Raças humanas e cosmopolitismo em Kant
Alexandre Hahn, UNB

12h15: Intervalo para almoço

14h15: Kant e o problema da representação política
Daniel Tourinho Peres, UFBA

15h15: Interpretação do projeto social-democrata de Lange à luz da concepção kantiana de
Fábio Scherer, UEL

16h15: Intervalo

Sala A
16h30 – 18h30: Sessão de comunicações 01

A questão da paz no pensamento político de Kant
Ligia Pavan Baptista, UNB

Sobre o papel da República para a consecução da justiça em Kant
Karine Salgado, UFMG

A finalidade da punição: uma releitura dos escritos de Kant
Juliane Scariot, mestranda UCS

Sala B
16h30 – 18h30: Sessão de comunicações 01

A mentira do ponto de vista do direito em Kant
Maria José da C. Souza Vidal, doutoranda UFRN/CAPES

Educação e progresso político em Kant
Agostinho de Freitas Meirelles, UFPA

A ideia de progresso do gênero humano na teoria política de Kant
Ismael Campos Mendonça, graduando UFPA

Sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Auditório do IFCH

09h30: A justiça e a “questão social” no Direito político de Kant: uma discussão com H. Arendt e W. Kersting
Nuria Sánchez Madrid, Universidad Complutense de Madrid

10h30: Objections to the Kantian Defense of Public Programs for Poverty Relief
Andrea Faggion, UEM

11h30: Intervalo para almoço

13h30: Kant e o Welfare State
Julio Cesar Ramos Esteves, UENF/CNPq

14h30: Intervalo

15h00: A necessidade moral do Estado em Kant
Aguinaldo Pavão, UEL

16h00-16h30: Encerramento

V COLÓQUIO KANT UFPEL – Moral e Antropologia

Postado em 04/05/2012, 23:32, por · Comente
Categoria: Congresso 

V COLÓQUIO KANT UFPEL – Moral e Antropologia
Pelotas, de 22 à 25 de maio de 2012

Programação

22/05- Terça
16:00 – Inscrições
17:30 – Abertura do Evento
18:00 – Conferência de abertura: Reinhard Brandt (Phillips-Universität Marburg):
“Zentrale Thesen der Kantischen Rechtsphilosophie ”

23/05- Quarta
10:00-12:00: Encontro dos pesquisadores-conferencistas sob a coordenação do Prof. Reinhard Brandt – leitura, interpretação e debate de passagens escolhidas da Metaphysik der Sitten
13:30-16:30: Comunicações

17:00-19:00
Mesa-Temática: Fundamentação e Aplicação da Moral:
André Klaudat (UFRGS)- “Teoria Moral Intermediária e Kant”
Robinson dos Santos (UFPEL) – “Sobre a tese de Kant ‘uma vontade livre e uma vontade sob
leis morais é uma e a mesma coisa’: reciprocidade ou analiticidade?

19:30-20:30
Clélia Aparecida Martins (UNESP/ Marília)
A Antropologia de um ponto de vista pragmático e a filosofia política de Kant”

24/05- Quinta
10:00-12:00: Encontro dos pesquisadores-conferencistas sob a coordenação do Prof. Dr. Reinhard Brandt – leitura, interpretação e debate de passagens escolhidas da Metaphysik der Sitten

13:30-16:30: Comunicações

17:00-19:00
Mesa-Temática: Consciência moral e Antropologia
Flávia Chagas (UFPEL): “Consciência moral e mal radical”
Solange Dejeanne (UNIFRA): “Sobre a resposta à pergunta: o que é o homem?

19:30-20:30
Christian Hamm (UFSM)
“Sobre a ‘expressão visível de idéias morais’ (KU, §§ 17 e 59)”

25/05- Sexta
10:00-12:00: Mesa-Temática: Disposições e Antropologia
Aylton B. Durão (UFSC): “Sobre o progresso moral do gênero humano”
Carlos Ferraz (UFPEL): “A dimensão humana da moral em Kant”

13:30-16:30: Comunicações

19:00: Conferência de encerramento: Leonel Ribeiro dos Santos (Universidade de Lisboa)
“A matriz e a génese antropológica do pensamento político de Kant”

Realização: Programa de Pós-graduação em Filosofia UFPEL
Apoio: CNPq e CAPES

Coordenação:
Robinson dos Santos
Flávia Carvalho Chagas
Christian Hamm

Local: Curi Palace Hotel
Rua General Neto 1279
Fone: (53)3227-7377
Pelotas-RS, CEP:96015-280

Vagas limitadas
Inscrições (gratuitas): de 07 a17 de maio – das 16:00 às 19:00h
Junto à Secretaria do Departamento de Filosofia (com Jeane Maciel)
ou pelo e-mail do evento.

Submissões: Resumo devidamente identificado (Título, Autor, Titulação, Instituição) contendo até 500 palavras, abordando tema relacionado à filosofia moral ou à antropologia kantiana.

Serão selecionadas até 20 comunicações

Informações/envio de resumos: coloquiokant.ufpel@gmail.com

Crítica da Razão Pura – Immanuel Kant, tradução de Fernando Costa Mattos

Postado em 02/05/2012, 20:52, por · 9 comentários
Categoria: Publicações 

Crítica da Razão Pura – Immanuel Kant

Id: 8532643248

EDITORA VOZES LTDA – 1ª edição
Filosofia
Coleção: Pensamento humano

Fernando Costa Mattos (trad.)

R$ 95,00

 

 

 

 

 

 

Crítica da razão pura, principal obra de Immanuel Kant, divide a história da filosofia em duas: antes e depois da Crítica. Num momento em que a filosofia dividia-se em racionalistas de um lado e empiristas de outro, procurou Kant demonstrar que o nosso conhecimento é, necessariamente, tanto empírico como racional, inaugurando, com isso, uma posição singular no debate filosófico, criando as bases para a Teoria do Conhecimento como disciplina filosófica. Entrar no universo da Crítica da razão pura é aceitar o desafio, colocado pelo próprio Kant, de evitar o dogmatismo sem cair no relativismo; evitar o absoluto sem cair no nada.

Código ISBN: 9788532643247

Formato: 13.7 x 21.0 cm
Acabamento: brochura

Peso: 0,622 kg
Número páginas: 624
1ª edição
Ano de lançamento: 2012